Quinze dias!

Foi o tempo (livre) que demorei a fazer este "tapete" (não sei bem que nome dar-lhe, porque não é um caminho de mesa, nem é uma toalha).  
A vontade surgiu depois de verificar que, se tinha conseguido fazer uma capa de edredom (do post anterior), também era capaz de fazer uma proteção para a minha mesa de trabalho. 
Tinha a pretensão de gastar todos os retalhos em blocos de nine patch para cobrir o espaço, mas achei que o "tapete" iria parecer uma manta. 
Decidi, então, completar/emoldurar um tecido neutro com os blocos. Ainda bem, se não por este andar tinha trabalho para mais de um mês... :)
Forrei com guata termocolante para estruturar e afofar o "tapete" e fiz costuras retas na junção dos blocos para fixar melhor a guata e dar graça ao conjunto. 
Por trás, utilizei um tecido de algodão que me ofereceram, velhinho, mas de muito boa qualidade. :) 
Não ficou um trabalho perfeito, mas, para o primeiro do género, dou-me por feliz. E muito satisfeita com a funcionalidade e com o conforto que o "tapete" me oferece.

Convido-vos, assim, a dar uma espreitadela ao meu cantinho das artes! 















36 comentários:

  1. Lete,ficou perfeito, como tudo o que sai das tuas mãos. Nunca tinha ouvido falar dessa "guata termocolante" - vivendo e aprendendo. Tenho em mente um projeto em que me parece que virá a ser muito útil.
    Quero agradecer todos os teus comentários - és uma linda e gosto muito de ti. Obrigada pelo carinho.
    Desejo-te um feliz fim de semana - por aqui assamos com 35 graus!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninita, a guata termocolante que usei é fina, cola-se perfeitamente ao tecido com o ferro. Num trabalho que precise de estrutura para ficar em pé (por exemplo, um saco) coloco guata normal, sem ser termocolante e faço um quilt para a segurar. Se precisares desta guata termocolante posso mandar-te pelo correio, não custa nada! :)
      Fico muito lisonjeada com o teu carinho, obrigada pela calorosa visita!

      Eliminar
  2. Ficou perfeito. Desejo um domingo perfeito, também.
    Beijinhos,
    Mia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Mia, que bom ver-te por aqui!

      Eliminar
  3. Olá Lete, mais um trabalho espetacular!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Spousa, fico muito contente por teres gostado!

      Eliminar
  4. Olá Lete, bom se este trabalho não está perfeito gostaria de ver então um trabalho a que tu chames "perfeito"! Está encantador, gostei muito. Um trabalho com com bastante utilidade. Parabéns. Beijinhos da *capinha*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não está perfeito na junção de alguns blocos. Há sempre tecidos que parece que têm vida própria e esticam e escorregam e sei lá que mais... deve haver uma estratégia, mas ainda não descobri ou então algum objeto que ajude...
      Reconheço que sou bastante exigente, desmanchei muitas costuras, medi 1000 vezes... chega a ser doentio, mas fazer o quê?! :)
      Obrigada pela visita e pelas palavras carinhosas, fico muito feliz por saber que gostaste!

      Eliminar
  5. Ficou tão lindo! E quem tem coragem de pisar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu, eu! :)
      Que fofa a tua pergunta, Dorinha... acho que não será por ser usado que se estragará. Com o tempo e com as lavagens sim, mas é o que acontece com todas as coisas. :)
      Obrigada pela visita e pelo carinho!

      Eliminar
  6. Dizes que não está perfeito???
    Mesmo com os óculos não vejo nadinha imperfeito!

    Que maravilha!
    Pensa numa exposição para os teus belos e únicos trabalhos!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, Elisa, quanta gentileza... obrigada pelos carinhos. :) Gosto muito de vê-la por cá e fico muito contente por ter gostado!

      Eliminar
  7. Olá Lete, que lindo trabalho, que lindo cantinho, que preciosidade que ficou, e eu concordo, está perfeito. Deve ser uma delicia estar aí a bordar e costurar... Que maravilha 😉😉 Boamsemana, bjos doces

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O cantinho é pequeno, mas acolhedor. A máquina fica noutro canto da sala, quando vier a propósito, mostro também. Gostava que a minha sala fosse maior, para ter tudo o que preciso sempre à mão. Não sendo possível, sinto-me bem neste espaço adaptado às artes nos meus tempos livres. :)
      Obrigada, Lurdes, fico muito feliz com as tuas palavrinhas. Boa semaninha para ti, também!

      Eliminar
  8. Trabalho magnifico Lete ! fiquei apaixonada, só mesmo tu para teres estas ideias, gosto da combinação dos tecidos, ficou espectacular.
    A filhota também gostou e dá-te os parabéns, achou que era bem aplicado para a cozinham, em tempos a mãe fez um mas menos elaborado, vou ficar com a dica em mente.
    Não conhecia o "guata termocolante" mas já vi a tua resposta a uma blog e fiquei a perceber, sempre muito à frente....
    Beijinho grande e uma boa semana de trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradece à filhota, com um grande beijinho. Vejo que é sensível a estas artes, tem a quem sair, lindas as duas!
      Sim, um trabalho parecido ficaria lindíssimo numa mesa de cozinha, força!
      Se precisares deste tipo de guata, posso mandar-te pelo correio. :) É mesmo delicada e indicada para este tipo de trabalho, em que queremos pouco volume mas alguma estrutura.
      Obrigada pela visita e pelas deliciosas palavrinhas!

      Eliminar
  9. Tão bonito Lete :)
    Esse tapete está um máximo, gostei desses quadradinhos :) Ficou uma combinação gira :)
    Gostei do acabamento :)
    Parabéns, mais um belo trabalho :D Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Sandrinha, que bom ver-te por aqui!
      Fico muito feliz por teres gostado do meu modesto tapete de mesa. Com aproveitamento de retalhos, podemos fazer peças únicas e úteis para o nosso conforto, por mais simples que sejam, são sempre muito significativas. :)
      Beijinho, querida!

      Eliminar
  10. E bem que resultou!!! Gosto da parte mais neutra ao meio, não só te simplificou o trabalho, como destaca os outros tecidos. Beijinhos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Casinha, simplificou e dá o ar pretendido, uma vez que é uma espécie de toalha e não de colcha...
      Fico muito contente por teres gostado, obrigada!

      Eliminar
  11. Ficou muito bonito Lete. E o teu cantinho de trabalho é bem simpático.
    Tem uma boa semana. Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Montana, ainda bem que gostaste! Sim, o meu cantinho é pequeno, mas é bem iluminado e confortável. :)
      Beijinhos e uma boa semana para ti, também!

      Eliminar
  12. Lete...uma peça única como sempre impera o bom gosto e a perfeição!
    Parabéns por mais uma peça bem original!
    Adorei...bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Graça, fico muito feliz por ter gostado! Fico, também, muito contente por vê-la por cá. Volte sempre! :)

      Eliminar
  13. Querida Lete, muito obrigada pela disponibilidade. Não deixarei de pedir a tua ajuda no caso de não encontrar a guata termocolante por aqui. Penso, porém, que não terei dificuldade.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Olá Lete, adorei este teu cobre mesa, que apreciei particularmente pois adoro patchwork!notei que todos os blocos são diferentes! E até tenho pena que o trabalho fique tão escondido em baixo de tantos apretechos! mas pronto, era esse o objetivo dele! Gostei muito do contraste do neutro no meio com o nine patch a emoldurar! parabéns Lete, não vais parar com os trabalhos XXL! Quero te agradecer também os comentários sempre tão incentivadores e simpáticos que deixas no blog! és uma querida. beijinhos, bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, obrigada, Val, eu é que agradeço a tua visita e as tuas palavras sempre tão cheias de carinho e de incentivo! :)
      Bem, agora estou a dedicar-me a trabalhos mais pequenos, mas não digo que não voltarei aos trabalhos maiores... vamos ver se ganho coragem (podia devia ser uma manta, não?) :)

      Eliminar
  15. E pronto, sempre que aqui venho digo o mesmo:-)) Porque na verdade os teus trabalhos têm sempre um acabamento tão perfeito que não adianta dizer-nos que há uma pequena coisa que não está assim tão, tão... como gostarias:-)))
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, Isilda, que olhar terno o teu... fico muito feliz com o carinho e a boa disposição que aqui deixas. Obrigada!

      Eliminar
  16. Respostas
    1. Obrigada, Renata, fico muito feliz por teres gostado!

      Eliminar
  17. De vez em quando bem dizes que o trabalho não ficou perfeito, mas eu juro-te que daqui os teus trabalhos parecem sempre para lá de perfeitos. Perfeitíssimos! Imagino que seja o teu olhar exigente que descobre algo que não consigo ver :) Mas essa exigência também é o que te leva a fazer peças tão bem feitas. E lindas!
    Qualquer mesa se sentiria orgulhosa de envergar um tapete desses. Está tão bonito, com os quadradinhos a combinar.
    Gostei também muito da almofada de pôr ao colo, é amorosa.
    Beijinhos e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A almofada foi a primeira peça que fiz quando comprei a máquina e que me dá muito jeito para bordar. Aliás só o consigo fazer assim, com a almofada ao colo. :)
      Tem uns pequenos "desencontros" nas costuras entre os blocos, não sei se isso acontece com as "crafters" profissionais ou se há uma estratégia ou um objeto que evite essa pequena "imperfeição". Não é nada de especial, mas gostava de melhorar... :)
      Obrigada, Catarina, fico muito contente com o teu carinho e as tuas palavras incentivadoras. Volta sempre!

      Eliminar