quinta-feira, 30 de julho de 2015

Tempo perdido

Primeiro dia de férias... salto para a máquina, na ânsia de juntar retalhos, agora transformados em quadrados todos iguais, juro, todos do mesmo tamanho! 
Só no momento da cosedura é que me apercebi que uns esticavam mais do que outros... pensei que a diferença não era notória e não desisti até ter tudo cosido. Passei a ferro e observem bem a junção de algumas costuras - nas setinhas - que feio! 
Não devia ter continuado, devia ter percebido que o tecido de ganga, por ter uma percentagem de elástico, não permitia uma junção perfeita com o tecido de algodão. 
Aqui fica a asneira, o reparo e o aviso para que me sirva de lição e, quem sabe, alertar alguém antes de cometer o mesmo erro.
Perdi tempo e se há algo que me deixa verdadeiramente frustrada e aborrecida é isso mesmo: perder tempo. :(


Mas, não quis ficar com a sensação de ter gasto tempo em vão, de ter desperdiçado uma tarde inteira só para as artes e... aplicando um pequeno bordado acabado de fazer, dei conta de outros retalhos que se transformaram neste rolinho, que, espero, faça feliz mais uma criança.

Pronto, tarde salva! :)






quinta-feira, 23 de julho de 2015

"Nesting prairie points"

Não tenho nome português para designar este método de dobrar e passar um quadrado de tecido duas vezes ao meio, pelas suas diagonais, formando um triângulo. Foi uma agradável surpresa quando o encontrei aqui!
A curiosidade levou-me a experimentar para aprender uma técnica nova e para embelezar a bolsa outonal - Leaf - que servirá para trazer comigo as lãs e as agulhas para a confeção de novas meias. Lá para o outono... pois agora só tenho olhos (qual mãe babada) para a minha "mai nova"! :)








terça-feira, 14 de julho de 2015

Camisola de tricô

Terminei a camisola de tricô, ainda a tempo de ser usada neste verão!
Os fios de cor usados no decote são para combinar com as riscas dos revesilhos, pois pareceu-me exagerado repetir o cós. Foram colocados com uma agulha de tapeçaria, como se estivesse a coser. Muito fácil, portanto!
Foi assim que, quase sem dar por ela, os últimos serões e as tardes de fim de semana - enquanto via o "Tour" - foram ocupados a matar saudades do tic, tic das agulhas de tricô. 

Estou com vontade de repetir a façanha, mas falta-me encontrar o fio... desta vez, tem de ser matizado! :)







segunda-feira, 6 de julho de 2015

Tricô

Tenho costuras em andamento, mas... iniciei uma camisola. 
Tinha saudades do tricô e com o calor não me apetece tricotar meias. Assim, estou a aproveitar um fio 100% de algodão que estava arrumado à espera de inspiração. 
As três riscas coloridas do revesilho/cós, são um aproveitamento de fios quase esquecidos, a que resolvi deitar mão, para darem um ar de sua graça.
E é assim que me entretenho nesta "vida de crafter," quando a inspiração surge, muda-se o rumo. 
E é assim que me sabe bem. 
Tudo se pode ir fazendo e tudo pode ir esperando. Bem, demais não... ainda quero vestir a camisola, este verão! :)
Resta-me clarificar que estou a usar agulhas nº 4 e a fazer o ponto Estrela, que não permite devaneios, nem distrações - tem sido um tal faz, desfaz e refaz!